:: Quinta-feira , 21 de Outubro de 2010 às 23h47
::  

"O que Deus uniu o homem não separa"

 

 

Estamos tornando nossa jornada muito dura e sofrida, pois nossas escolhas têm sido feitas na ilusão de que não somos capazes de mudanças e de novas escolhas.

Em nossa jornada perdemos a consciência de quem realmente somos e passamos a nos identificar com a ilusão do nosso ser.

Por outro lado, quando o movimento quântico menciona sobre: "mundo de possibilidades", "que somos seres ilimitados", "que somos a semelhança de Deus", assim como muitas religiões afirmavam no passado, eles estão trazendo uma nova consciência de olharmos a nós mesmos e ao mundo.

Mas se ficamos mergulhados numa visão limitada sobre o nosso ser, como dormindo num sono profundo do ego, todas essas afirmações se tornam utópicas de serem compreendidas e experimentadas.

Eu diria:
A forma como você se vê, é a forma pela qual você faz as suas escolhas e consequentemente, tem experimentado sua vida.

Se tiver escolhendo a dor, a raiva, a miséria é dessa forma que viverá. Se escolher o perdão, o amor, a paz é dessa forma que o mundo um dia voltará a viver.

Nessa jornada o homem perdeu a consciência de quem ele é e por isso tem vivido num mundo sem esperança, sem amor, sem unidade e sem paz.

Precisamos despertar à essa nova consciência de quem realmente nós somos. Eu diria que precisamos começar a voltar para casa, que é voltar a escolher a partir de uma nova consciência. Precisamos acordar para essa Nova Era que tem trazido uma nova forma de olhar para si e para o mundo. Uma Era que está nos fazendo ter mais consciência do que temos feito com o planeta a partir do superaquecimento e tantas calamidades e ter mais consciência de nossas escolhas a partir de tantas doenças que temos fomentado a partir de uma consciência limitada.

Pergunto:
Por que temos escolhido a dor para ter consciência?
Quando lembramos de Gandhi que através da não violência libertou uma nação. Martin Luther King que através de um sentimento de igualdade libertou uma raça e muitos outros movimentos tidos como "Grandes Causas".

O que tinham em essência esses movimentos?
Nessa nova visão quântica, podemos olhar esses movimentos numa consciência mais profunda de que somos todos um.

Eu entendo que o que nos faz unos é o amor.
Essa energia que nos faz sermos ilimitados. Para você entender esse amor que nos faz unos, gostaria de lembrar de Maria que exemplificou essa unidade com Jesus seu filho, ao acompanhá-lo na crucificação. Toda sua escolha estava no amor, sem nenhum sentimento de julgamento ou separação. Ela se manteve firme nesse sentimento verdadeiro e puro que a fez unida incondicionalmente ao seu filho.

Minha interpretação para a frase "Fé inabalada move montanhas", é de que somente o amor verdadeiro pode nos fazer mover montanhas.

  

Texto do terapeuta e consultor

*Marcos Adriano Infantozzi * 

 

 

 


:: Quarta-feira , 20 de Outubro de 2010 às 23h09
::  

ATIRE A PRIMEIRA FLOR



Quando tudo parecer caminhar errado, seja você a tentar o primeiro passo certo....


 

Se tudo parecer escuro, se nada puder ser visto, acenda você a primeira luz,
traga para a treva, você primeiro, a pequena lâmpada;

Quando todos estiverem chorando, tente você o primeiro sorriso;
talvez não na forma de lábios sorridentes, mas na de um coração que
compreenda, de braços que confortem;

Se a vida inteira for um imenso não, não pare você na busca do primeiro
sim, ao qual tudo de positivo deverá seguir-se;

Quando ninguém souber coisa alguma, e você souber um pouquinho,
seja o primeiro a ensinar, começando por aprender você mesmo,

corrigindo-se a si mesmo;

Quando alguém estiver angustiado à procura, consulte bem o que se passa,
talvez seja em busca de você mesmo que este seu irmão esteja;

Daí, portanto, o seu deve ser o primeiro a aparecer, o primeiro a mostrar-se,
primeiro que pode ser o único e, mais sério ainda, talvez o último;

Quando a terra estiver seca, que sua mão seja a primeira a regá-la;
quando a flor se sufocar na urze e no espinho,

que sua mão seja a primeira a separar o joio, a arrancar a praga,
a afagar a pétala, a acariciar a flor;

Se a porta estiver fechada, de você venha a primeira chave;

Se o vento sopra frio,

que o calor de sua lareira seja a primeira proteçãoe primeiro abrigo.

Se o pão for apenas massa e não estiver cozido,
seja você o primeiro forno para transformá-lo em alimento.

Não atire a primeira pedra em quem erra.

 

De acusadores o mundo está cheio; nem, por outro lado, aplauda o erro;
dentro em pouco, a ovação será ensurdecedora;

Ofereça sua mão primeiro para levantar quem caiu;

sua atenção primeiro para aquele que foi esquecido;

Seja você o primeiro para aquele que não tem ninguém;

Quando tudo for espinho, atire a primeira flor;

seja o primeiro a mostrar que há caminho de volta,

compreendendo que o perdão regenera,

que a compreensão edifica, que o auxílio possibilita,

que o entendimento reconstrói.

 

 

Atire você, quando tudo for pedra,

a primeira e decisiva flor!

 

*Gláucia Daibert*

Beijos e até a Próxima !!!

 

 


:: Terça-feira , 19 de Outubro de 2010 às 02h19
::  

NÃO JULGUE PARA NÃO SER JULGADO !

Você pode me julgar se quiser, mesmo eu n te dando esse direito...
Eu sou o que sou, pelo que me ensinaram, pelo q me ensinei,

Pelo que me fizeram, pelo que eu aceitei,

Sou a única responsável pela beleza e pelas tristezas de minha vida,

Tenho feridas abertas no peito que me deram o direito de ser o que eu me transformei...

Sou alegre, sou triste, posso ser o melhor que existe só depende de como você me vê,

Não peço nada a ninguém,

não tenho certeza de quem me quer bem para de tal maneira

 me arriscar, ando por mim, pois só assim sei que posso acertar!

Não desejo nem o bem nem o mal,

simplesmente vivo a minha vida esquecendo das vidas que me fizeram mal.

Posso ser uma boa amiga se você quiser,

basta me dar um sorriso sincero,

que logo me entrego a amizade sem pudor!

Mas não espere que eu faça questão de conquistá-la

entre a cruz e a espada eu fico com a dor.

Não que eu seja dura,

mais nessa vida obscura é que se aprende

 dar valor a claridade de ser quem se é.

Não quero nada de ninguém faço por mim,

 não me decepciono mais com os erros dos outros,

tenho tantos que só tenho tempo para os meus.

Não te faria mal nem que o fizesse a mim,

 não desperdiço o meu tempo com quem não entende meu latim.

Posso se insana, louca e imoral, mais dentro de mim,

sou tudo isso pra mim e nunca te fiz nenhum mal,

então não se preocupe comigo, pode me julgar se quiser ou se puder...

O meu intimo me diz quem sou, eu posso ser pior que você, igual a ele e melhor que os dois...

Que parâmetros usamos para falar da vida de alguém???

 Alguém conhece um outro alguém perfeito para ser padronizado???

Já que n é perfeito que cada um seja do seu jeito, e que ignore o que não for...

Somos livres e democráticos embora ingratos por tudo que se passou...

Seja do seu jeito você tem o direito, de ignorar o sujeito que te criticou...

Eu faço por mim e prefiro assim, pois não sinto tanta dor.

Não espero que goste de mim, me se gostar pode vim que te mostro quem realmente
sou!

 

(........)

 

Um sujeito estava colocando flores no túmulo de um parente, quando vê um chinês colocando um prato de arroz na lápide ao lado.
Ele se vira para o chinês e pergunta:

- Desculpe, mas o senhor acha mesmo que o defunto virá comer o arroz?

E o chinês responde:
- Sim, quando o seu vier cheirar as flores.

Moral da História:
Respeitar as opções do outro, em qualquer aspecto, é uma das maiores virtudes que um ser humano pode ter.
As pessoas são diferentes, agem diferente e pensam diferente.
Portanto, nunca julgue. Apenas tente compreender.

Nunca devemos julgar as pessoas que amamos.

O amor que não é cego, não é amor. 

Honoré de Balzac

 

  

Não devemos julgar a vida dos outros,

porque cada um de nós sabe de sua própria dor e renúncia.

 Uma coisa é você ACHAR que está no caminho certo,

outra é ACHAR que seu caminho é o único!

Paulo Coelho

  

Fácil é julgar pessoas que estão sendo expostas pelas circunstâncias.

 Difícil é encontrar e refletir sobre seus erros,

 ou tentar fazer diferente algo que já fez muito errado.

E é assim que perdemos pessoas especiais.  

  

Ninguém tem o direito de me julgar a não ser eu mesmo.

Eu me pertenço e de mim faço o que bem entender. 

 

"Quem insiste em julgar os outros

sempre tem alguma coisa pra esconder."

Renato Russo

 

 


:: Sexta-feira , 15 de Outubro de 2010 às 03h25
::  

 

Só uma mulher sabe o que é....



O primeiro sutiã, mesmo muito antes de os seios surgirem.
Chorar quando o Rei Leão abandona o filho.
Chorar na entrega do Oscar.
Ser tratada feito idiota por mecânicos de automóveis.
Trocar o OB em banheiro de avião.
Ficar menstruada bem naquele fim-de-semana com ele na praia.
Ser mãe solteira, mãe casada, mãe separada, ser mãe do marido e não ter mãe para deixar os filhos.
Ter uma bolsa que mais parece a nécessaire da avó do McGyver, de tantas coisas inacreditáveis ali acumuladas.
Conseguir lembrar de memória quem casou, separou ou assumiu ser gay.
Depilar a perna de 15 em 15 dias.
Estar com a perna cabeluda, justamente quando ele se anima para certos carinhos.
Assistir um videoteipe de futebol só para acompanhar o gato.
Cortar o cabelo, ficar com cara de cachorrinho e ainda ter que ouvir os outros dizerem: "Mas por que você fez isso?!"
Rasgar a meia na entrada da festa.
Comer uma caixa de bombons porque brigou com o namorado, passar mal e ainda ficar arrasada porque saiu do regime.
Fingir naturalidade durante exames ginecológicos.
Gostar de homem que ronca.
Ter de chamar o porteiro para abrir a garrafa de vinho.
Ficar esperando o marido na cama enquanto ele brinca de autorama.
Sentir-se pronta para enfrentar o mundo quando está usando batom novo.
Nunca saber se é para dividir a conta ou se é para ficar meiguinha.
O poder de uma calça jeans bem cortada ou de um "body' de lycra, pra "rediagramar' a estrutura do corpo.

Para os machos ligados, tá dado o recado...

*

Fernando Bonassi

Oieee...sem tempo de postar....

Recebi esse texto de uma amiga...e adorei!

Divido com vcs....

Só mesmo nós mulheres maravilhosas para saber direitinho

como se faz td isso...rs...

sem sair do salto!

Uma linda sexta-feira,

 Bom Fds...e até qualquer dia!

Beijosss e Boa Noite!!


:: Sábado , 09 de Outubro de 2010 às 23h53
::  

FELICIDADE REALISTA



De norte a sul, de leste a oeste, todo mundo quer ser feliz. Não é tarefa das mais fáceis. A princípio, bastaria ter saúde, dinheiro e amor, o que já é um pacote louvável, mas nossos desejos são ainda mais complexos.

Não basta que a gente esteja sem febre: queremos, além de saúde, ser magérrimos, sarados, irresistíveis. Dinheiro? Não basta termos para pagar o aluguel, a comida e o cinema: queremos a piscina olímpica, a bolsa Louis Vitton e uma temporada num spa cinco estrelas. E quanto ao amor? Ah, o amor... não basta termos alguém com quem podemos conversar, dividir uma pizza e fazer sexo de vez em quando. Isso é pensar pequeno: queremos AMOR, todinho maiúsculo. Queremos estar visceralmente apaixonados, queremos ser surpreendidos por declarações e presentes inesperados, queremos jantar à luz de velas de segunda a domingo, queremos sexo selvagem e diário, queremos ser felizes assim e não de outro jeito.

É o que dá ver tanta televisão. Simplesmente esquecemos de tentar ser felizes de uma forma mais realista. Por que só podemos ser felizes formando um par, e não como ímpares? Ter um parceiro constante não é sinônimo de felicidade, a não ser que seja a felicidade de estar correspondendo às expectativas da sociedade, mas isso é outro assunto. Você pode ser feliz solteiro, feliz com uns romances ocasionais, feliz com três parceiros, feliz sem nenhum. Não existe amor minúsculo, principalmente quando se trata de amor-próprio.

Dinheiro é uma benção. Quem tem, precisa aproveitá-lo, gastá-lo, usufruí-lo. Não perder tempo juntando, juntando, juntando. Apenas o suficiente para se sentir seguro, mas não aprisionado. E se a gente tem pouco, é com este pouco que vai tentar segurar a onda, buscando coisas que saiam de graça, como um pouco de humor, um pouco de fé e um pouco de criatividade.

Ser feliz de uma forma realista é fazer o possível e aceitar o improvável. Fazer exercícios sem almejar passarelas, trabalhar sem almejar o estrelato, amar sem almejar o eterno. Olhe para o relógio: hora de acordar. É importante pensar-se ao extremo, buscar lá dentro o que nos mobiliza, instiga e conduz, mas sem exigir-se desumanamente. A vida não é um game onde só quem testa seus limites é que leva o prêmio. Não sejamos vítimas ingênuas desta tal competitividade. Se a meta está alta demais, reduza-a. Se você não está de acordo com as regras, demita-se. Invente seu próprio jogo!!

 

Martha Medeiros

 

Boaaa Noiteee....

Qto tempo!....ando sem tempo...rs

Mto trabalho,dança....e correria do dia a dia...

Bom, postei um texto que é um dos meus

preferidos da jornalista e escritora Martha Medeiros...

ADORO.....

Um bom feriadooooo com gosto de algodão doce...

Afinal tds temos uma criança dentro de nós....

Eu vou curtirrr mto com meu Bielzinho....

 

Beijosss e até a próxima!!

 

 


:: Terça-feira , 05 de Outubro de 2010 às 00h09
::  

A PAZ

A paz é harmonia,
serenidade e sabedoria.
Trazemos conosco uma condição
de harmonização, natural,
silenciosa e sábia;
uma grande força.
Uma força tão poderosa
que pode unir povos,
estabelecer formas de relacionamentos,
aumentar a produtividade,
a criatividade de uma nação
e equilibrar todo um planeta.
A paz não é uma simples palavra romântica,
é uma ordem,
uma lei natural que rege o seu interior
e a Universalidade.

Boa Noiteee......q saudades daqui!!!

To sem tempo, mas em breve volto!

Uma Semana Linda a todos nós!

Beijos

 





Histórico:
- 01/12/2010 a 31/12/2010
- 01/11/2010 a 30/11/2010
- 01/10/2010 a 31/10/2010
- 01/09/2010 a 30/09/2010
- 01/08/2010 a 31/08/2010
- 01/07/2010 a 31/07/2010
- 01/05/2010 a 31/05/2010
- 01/12/2009 a 31/12/2009
- 01/11/2009 a 30/11/2009
- 01/10/2009 a 31/10/2009
- 01/09/2009 a 30/09/2009
- 01/08/2009 a 31/08/2009
- 01/07/2009 a 31/07/2009
- 01/06/2009 a 30/06/2009
- 01/05/2009 a 31/05/2009
- 01/03/2009 a 31/03/2009
- 01/02/2009 a 28/02/2009